Fiscalização mais constante nas transações de Cartões de crédito/débito

Cada vez mais empresas estão sendo autuadas por falta de informação na venda com cartões

Públicado em 06/11/2014

Categoria Geral

Por CASA Automação

Com maior frequência, empresas estão sendo autuadas por falta de imformação e por não terem um serviço de qualidade.

A lei vigente

Qualquer empresa que oferece condições de pagamento via cartão de crédito/débito obrigatoriamente tem que possuir impressora fiscal (ECF,1).

As empresas que faturam até R$ 250.000,00 ano não precisam ter o equipamento do cartão interligado ao ECF, porém toda venda efetuada no cartão deve apresentar um cupom fiscal emitido, fechado com forma de pagamento [CARTÃO].

As empresas que excederem o faturamento máximo são obrigadas a interligar a máquina do cartão de crédito/débito com a impressora fiscal, equipamento esse chamado de TEF.

Experiência

Com mais de 12 anos trabalhando diariamente com o setor comercial, a CASA Automação conseguiu auxiliar inúmeros clientes de diversos segmentos que antes de fazerem parte da nossa história acabaram passando pela frustrante experiência de uma autuação fiscal.

Ao lado demonstramos um exemplo de uma autuação fiscal. (Dados omitidos para preservar a identidade do receptor da multa,1).

Os meios para evitar a sonegação

 

Emitir comprovante de venda manualmente

 

Utilizando um sistema de terceiros

 

Sendo cliente CASA automação

Aperfeiçoe sua frente de loja implantando o TEF, ( Transferência Eletrônica de Fundos,1) que faz a integração do sistema com a administradora de cartões de forma online no ponto de venda. Possibilita o aumento das vendas, agilizando o atendimento ao cliente com o recebimento rápido e seguro das vendas em cartão no próprio PDV. Além disso, este recurso diminui a inadimplência oferecendo comodidade ao cliente de pagar suas compras a prazo através do cartão.